segunda-feira, 22 de abril de 2013

Doutrina Cristã - Parte 34

Nota do blogue: Acompanhar esse Especial AQUI.

Monsenhor Francisco Pascucci, 1935, Doutrina Cristã, 
tradução por Padre Armando Guerrazzi, 2.ª Edição, biblioteca Anchieta.

IX. — SACRAMENTAIS
Definição. — Instituição

            69. - Os sacramentais são coisas ou ações, de que a Igreja, por certa analogia com os sacra­mentos, se utiliza, para obter alguns efeitos, no­meadamente espirituais. (Can. 1144.)
            Diferem dos sacramentos: 

a)  porque os sacra­mentos são de instituição divina, enquanto os sacramentais são de instituição da Igreja;
b)  porque os sacramentos produzem a graça por virtude pró­pria, e os sacramentais não produzem a graça, mas, em quem faz deles uso conveniente — isto é, com espírito de fé, caridade e devoção — geram pios mo­vimentos da alma, obtêm graças atuais, a remis­são dos pecados veniais e da pena temporal, têm força de afastar o demônio e conseguem, por vezes, benefícios temporais, etc. Tudo isso porque lhes an­da unida a impetração da Igreja.

Ministro

            70. - Ministro legítimo dos sacramentais é o clérigo, a quem é dada a faculdade de conferi-los e ao qual a Autoridade eclesiástica competente lhe não proibiu exercê-la. (Can. 1146). Para serem conferidos ou administrados, deve-se cuidadosamen­te seguir os ritos estabelecidos pela Igreja.

Varias espécies

            71. - Os sacramentais mais importantes são:

            a) a oração pública, feita em igreja consagra­da;
            b) a confissão geral, pública, feita pelo sacer­dote no princípio da Missa, ao recitar o Confiteor;
            c) a água benta; as cinzas, as velas, as palmas bentas;
            d) a esmola, isto é, as obras de misericórdia corporais e espirituais;
            e) as múltiplas bênçãos, as do Santíssimo Sacramento, as do Papa, do Bispo, dos Sacerdotes.

            As bênçãos são dispartidas aos católicos, mas podem recebê-las também os catecúmenos e, quando não se opuser a proibição da Igreja, até os acatólicos para conseguirem estes a luz da fé, ou, com ela, a saúde do corpo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...