quarta-feira, 26 de junho de 2013

Catecismo do Padre Spirago - Parte 5

Nota do blogue: Acompanhe essa transcrição AQUI.



Revelação divina.

1. O que é revelação divina?

A revelação divina são as comunicações que Deus fez em extraordinário, no decorrer dos tempos, sobre si e sobre as suas obras. Exemplos de tais revelações: Deus falou a Noé e enviou-o a seus contemporâneos; esteve com Abraão em forma humana acompanhado de dois anjos; interpelou Moisés no seio da sarça ardente; falou aos israelitas do alto do monte Sinai; enviou o arcanjo S. Rafael a Tobias; mandou anjos aos pastores nos campos de Belém; falou a Saulo, perseguidor dos cristãos às portas de Damasco, etc. A revelação mais importante é a que fez o Filho de Deus. Chama-se, geralmente, sobrenatural a revelação divina, porque Deus se revela também de modo natural, isto é, pela natureza. Assim chama-se natural a revelação de Deus pela criação.

2. Com que intuito se fez a revelação divina?

A revelação divina se fez com o intuito de fundar a verdadeira religião.

Foi por isso que a revelação divina terminou com a morte dos santos Apóstolos. Posto que Deus ainda agora se revele (sirvam de exemplo as várias revelações ocorridas nas vidas dos Santos e as aparições de N. Senhora em Lourdes, 1858, na frança), contudo estas revelações não tem por fim senão confirmar ou esclarecer as verdades já reveladas.

3. Como obtemos notícia das verdades reveladas?

Obtemos notícia das verdades reveladas mediante a sagrada Escritura e mediante o Magistério da Igreja.

Deus não quis que permanecessem ocultas as suas revelações. Por isto ordenou aos homens que as receberam (Noé, Moisés, etc.) para transmitirem aos seus contemporâneos. Pela mesma razão o próprio Jesus, antes de subir ao céu, mandou aos Apóstolos: “Ide e ensinai a todos os povos!”. E ainda pelo mesmo motivo Deus incitou vários santos homens a assentarem por escrito as revelações recebidas e, enquanto escreviam, Ele os inspirava. Nasceu, assim, a “Sagrada Escritura”.

4. Como se chama uma doutrina declarada solenemente pela Igreja como sendo revelada por Deus?

Uma doutrina que a Igreja solenemente declarou como sendo revelada por Deus chama-se artigo de fé, ou dogma.

Para uma tal declaração solene são competentes um concílio ecumênico, ou o Papa sozinho. Quando uma destas doutrinas é definida como dogma, não se fabrica doutrina nova, mas apenas se pronuncia com clareza a doutrina em questão, tal como Deus e revelou e como ela desde sempre foi criada. Também a criança, enquanto vai crescendo, não cria novos membros. Quem achar que os dogmas são antiquados, considere que a verdade jamais pode mudar (2 x 2 = 4). Dois vezes dois sempre será quatro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...