quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

O BOM COMBATE NA ALMA GENEROSA - Parte XXX

Nota do blogue: Acompanhe esse especial AQUI.

O BOM COMBATE 

NA

ALMA GENEROSA

Missionárias de Jesus Crucificado de Campinas


CASTIDADE

Filha Minha, deves ser somente parecida comigo na pobreza? Não, certamente; hás de ser uma copia perfeita de teu Jesus Crucificado em tudo, eis porque, chamando-te à pratica dos conselhos evangélicos, os deves seguir com perfeição. Bem-aventurada a geração casta, pois acompanhar-Me-á por toda a parte. Oh! como é bela a geração dos castos. Os castos já neste vale de lágrimas podem Me ver de um modo mais perfeito.

A João, o apóstolo virgem, foi dado repousar no Meu peito, porque aos puros é dada esta ventura já neste exílio e de um modo mais perfeito no céu! Os virgens na Jerusalém Celeste repousarão no Meu Coração, onde prelibarão as suas doçuras. A geração pura cantará um Cântico novo, que os outros não poderão cantar, porque os castos são os pri­meiros, isto é, são os que estão mais perto de Meu Coração.

Ó geração virgem, como és feliz! Esposa Minha, como és feliz, sendo chamada para fazeres parte desta geração virgem!

Vamos ver, como deves ser ciosa em te conservares sempre ilibada. Ser-te-á isto difícil? Ah! não, porque tens-Me a mim no Divino Sacramento do amor, como comi da para guardar-te de todo o contágio e de toda corrupção.

Agora, ó alma que me ouves, e que desejas ser perfeita em tudo, deves fazer como o apóstolo amado, reclinar a tua cabeça no Meu peito, para escutar o que João escutou. O que João escutou e compreendeu? Escutou que Meu Coração ardia de amor por ele, compreendeu a beleza, os encantos da pureza e ficou sendo cada vez mais fascinado por esta bela virtude.

Também, tu, deves como João reclinar no Meu peito, quando tiveres a ventura de Me receber, e, como João escutar que te amo infinitamente; deves ainda compreender a felicidade que te foi dada, conservando-te virgem, porque serás do número desta geração bem-aventurada. A pureza mostra, a quem a pratica, a necessidade de ser íntimo comigo. Vede João, Eu não lhe disse: repousa no Meu Coração; como nele brilhava a pureza, sentiu que Meu Co­ração se achava triste, porque um dos doze se ia perder; vendo isso, desejou reparar aquela ingratidão, abraçando seu Mestre e dizendo-Me silenciosamente: Vê como eu te amo, ó Mestre adorável.

Oh! como é bela a pureza! Faz ver a quem a pratica o dever de reparar pelos seus irmãos ingratos; portanto, alma que Me ouves, alegra-te, imensa é a tua felicidade!

Agora, te pergunto, como praticas tu esta pureza? Ale­graste, quando a sua prática traz algum Sacrifício, ou fazes o contrário ficando com isso enfadada?

Oh! se desejas ser uma copia perfeita de teu doce Jesus Crucificado, ama a tua vocação, sacrifica-te por seu amor, porque ela te torna semelhante a Mim.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...