sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Preservação da fé

Cônego Júlio Antônio dos Santos
O Crucifixo, meu livro de estudos - 1950


6 - Preservação da fé

Devemos preservar a nossa fé

Devemos, pois evitar os perigos das conversas e leituras contra a religião e contra a moral.
O seu efeito pernicioso não se manifesta, muitas vezes, senão mais tarde. Há bombas que demoram a explodir.
Os alimentos pouco sadios com o uso prolongado vêm a destruir a mais robusta saúde corporal: é impossível que as más conversas e leituras, não produzam o mesmo efeito na alma.
“Metei-vos no fogo, diz santo Isidoro, e, de ferro que sejais, acabareis por vos fundir.”
Ninguém diga: Não tenho receio das tentações contra a fé; Jesus Cristo orou a fim de que a fé de Pedro não desfalecesse. Ora se era possível a Pedro vacilar na sua fé, a nós poderia acontecer-nos o mesmo.

7. - Profissão da Fé

1 - Devemos professar a nossa fé

1.º Deus exige que professemos a nossa fé.

1.º “Fazei brilhar a vossa luz diante dos homens, diz Jesus Cristo, a fim de que eles vejam as vossas boas obras, e dêem glória a vosso Pai que está nos Céus.”
2.º A nossa salvação exige que professemos a nossa fé.  - Àquele que me confessa diante dos homens, diz ainda Jesus Cristo eu o confessarei também diante de meu Pai que está nos Céus. Todo aquele que me renegar diante dos homens, eu renegarei também diante de meu Pai que está nos Céus.” (Mat. X, 32 e 33). “Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, o Filho do Homem se envergonhará dele também, quando vier na sua glória.” (Luc. IX, 26).

2.º Modo de professar a fé

Vejamos a maneira de professar a fé.

1.º Assistindo aos atos de culto, sobretudo na igreja paroquial aos domingos e dias festivos; obedecendo a todas as leis da Igreja; praticando publicamente obras de caridade.
2.º Não nos envergonhando de praticar um ato de religião quando é necessário afirmar a nossa fé; não o fazendo perante os tribunais seria uma apostasia ou renúncia à fé; e não o fazendo também diante das pessoas ímpias ou indiferentes com receio de ser escarnecido, seria respeito humano.
3.º Não renegando a fé, nem diretamente por atos ou por palavras; nem indiretamente pelo silêncio, quando era preciso falar, nem pela abstenção quando era preciso operar.
4.º Não alterando a fé com superstições.
5.º Não abandonando a fé para se filiar em associações condenadas pela Igreja.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...