segunda-feira, 22 de março de 2010

Que nobre representação!

Que nobre representação!

Para cuidar da criança, toma a Providência de Deus os olhos e ouvidos da mãe. A esta cabe vigiar, porque o pai tem sua lida fora de casa. Passa grande parte do dia longe dos filhos.

Só com muito amor aos filhos é, porém, que uma mãe saberá vigiá-los. Pois a vigilância é a atenção perseverante às dores, aos cuidados, aos perigos e às precições de outros. Para bem ver tudo isso é preciso esquecer a si próprio. É por isso o egoísmo o principal obstáculo à vigilância.

Pensamos nos outros somente na medida em que os amamos.

Ora, os olhos da Providência caem amorosamente sobre os nossos passos. Seus ouvidos escutam e medem o ritmo de nosso coração. A ave que canta sobre o telhado, a flor escondida no campo são vistas e guardadas por Deus. Dos homens está escrito que o Senhor lhes traz os nomes gravados na palma de Suas mãos. E quanto mais vê e conhece o Altíssimo as crianças, suas prediletas!

Que nobre procuração recebe, portanto, toda mãe, guarda vigilante de seus filhinhos!

Há mães, entretanto, que confiam os seus filhos a pessoas, a quem não confiariam um cachorrinho de estimação ou as suas jóias! Que responderão a Deus no dia das contas e das recompensas e das punições?

(Excertos do livro: As três chamas do lar - Pe. Geraldo Pires de Souza)

PS: Grifos meus.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...