quarta-feira, 3 de março de 2010

O mau exemplo dos pais - perversão dos filhos

O mau exemplo dos pais - perversão dos filhos

O mau exemplo e, pior ainda, o escândalo, é como o câncer, penetra, infiltra-se, estende-se, intoxica e mata. Fujamo-lo como o monstro mais mortífero.

Jesus disse ao escandaloso: "Melhor seria se lhe fosse amarrada ao pescoço uma mó de moinho e fosse lançado ao fundo do mar!"

Os pais devem evitar com extremo cuidado, não só de dar escândalo diretamente, mas também indiretamente; evitem, pois, não só as conversas, mas o comportamento menos digno na presença dos filhos, no vestir, nos gracejos e brincadeiras ... Não se diga que são criaturinhas inocentes, sem malícia e que nada compreendem. Mas a malícia, que hoje talvez não têm, pode acordar e lançar raízes, adubada pelo mau comportamento dos pais.

E vós, pais, bem o sabeis, como é grande a curiosidade das crianças.

As crianças querem saber tudo, tudo ver e tudo tocar. Essa curiosidade inocente num sentido é benéfica, mas como volver dos anos, se não for bem orientada tornar-se-á malícia. Convém, pois, que os pais sejam rigorosos em guardar debaixo de chave tudo o que é perigoso: jornais, revistas, livros, fotografias, utensílios particulares destinados a estudos especiais da profissão.

Quantos meninos e meninas não aprenderam o caminho do mal, lendo ou examinando livros, ilustrações, jornais, tratados de medicina que talvez dormiam empoeirados em alguma estante da biblioteca aberta a todos.

***

Visitara um dia, o grande amigo da juventude, Dom Bosco, uma das mais nobres famílias de Turim. O sr. marquês e a srª marquesa receberam festiva e gentilmente o Santo, e depois de amistosa palestra, introduziram também o único filho de 15 anos, para que ele também visse o grande apóstolo da mocidade.

Mas ... que surpresa! ... O filho nem se quer teve a boa educação de cumprimentar o hóspede ilustre e ficou indiferente às maneiras delicadas com que o Santo o tratou, às exortações e súplicas dos pais. Lá ele estava, mostrando claramente a sua impaciência e má vontade...

- Dom Bosco, interrogaram os pais, o senhor que é tão prático no conhecimento e direção da juventude, saberia explicar-nos o motivo deste estranho comportamento de nosso filho: É todavia gentil e bem educado com todos.

Naquele meio tempo, Dom Bosco pode comodamente examinar as revistas, jornais, ilustrações, que estavam abertas na mesa de salão. Apontando com o dedo aqueles impressos, respondeu:

- Lá está o porquê da indiferença e perversão do filho! ... Calaram os dois, pediram desculpas, e prometeram que daquele dia em diante não entrariam mais em casa aqueles artigos...

(Excertos do livro: Casai-vos bem  - Pe. Luís Chiavarino)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...