quinta-feira, 24 de junho de 2010

"A mamã será sempre bela!"


Através das janelas ornadas de verde
penetram os raios de sol.
A avó está sentada e dorme durante todo o dia.
O seu cabelo é branco e no seu rosto
cavou o tempo sulcos profundos,
e a seus pés, ajoelhada, brinca uma criança.

"Porque dormes durante todo o dia?"
pergunta ingenuamente a pequena.
"O avó, tu não és bela!
Teus cabelos são feios e na fronte
tens umas rugas tão grandes!
A mamã é muito mais bela!
Que bela que é a ma!"

A avó fitou a pequena favorita:
"A beleza passa veloz e o tempo fez-me isto
mas também a mamã vai envelhecer".

Paira um hábito de tristeza.
"Oh, não! a mamã será sempre bela!"

(A mãe, pelo Cardeal Mindszenty)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...