sábado, 22 de maio de 2010

Hino pela canonização de Joana d'Arc

Hino pela canonização de Joana d'Arc


Deus dos exércitos, toda a Igreja
deseja venerar, no Vosso Altar,
uma mártir heróica, uma Virgem guerreira
cujo nome no Céu ressoa.

Por Vosso poder,
ó Rei do Céu,
dá a Joana da França
a auréola e o Altar!

Achar conquistador para a França culpada
não é este o desejo que ela traz;
só por Joana será ela libertada:
entre muitos heróis um mártir vale mais!

Joana d'Arc, Senhor, é a Vossa grande obra!
Um coração de fogo, alma de guerreiro
deste a essa Virgem tímida,
pois querias coroar sua fronte altaneira.

Joana escutou, nos seus humildes prados,
vozes do Céu chamando-a para a guerra.
E ela partiu para salvar a pátria,
meiga menina a comandar o exército!

Ela ganha as almas de briosos guerreiros:
o brilho divino da Enviada dos Céus,
seu olhar puro e palavras ardentes
fazem curvar a fronte mais audaz!

Por um prodígio singular na história
viu-se um monarca hesitante
reconquistar sua coroa e glória
pela mão de uma criança tão-somente.

Não é bem a Joana d'Arc das vitórias
que queremos celebrar neste dia;
sabemos que suas verdadeiras glórias
são, Deus meu, suas virtudes, seu amor.

Por combater, Joana salvou a França;
mas era preciso que suas grandes virtudes
fossem arrancadas pelo elo do sofrimento,
selo divino de Seu esposo que é Jesus.

Na chama em que imolou a sua vida
Joana ouviu a voz dos Bem-aventurados;
ela deixou o exílio pela Pátria
e, como Anjo Salvador, voltou às alturas!...

És Joana, nossa única esperança,
do Céu escuta as vozes do teu povo:
desce até nós, vem converter a França;
pela segunda vez: Salva-a de novo!

Pelo poder que tudo alcança
do Deus Vencedor,
salva, salva tua França
Anjo libertador!... (bis)

Expulsando os ingleses de toda a França,
Filha de Deus, que belos passos eram os teus!
Entretanto, nos dias de infância,
só guardavas uns frágeis cordeiros...

Toma a defesa
dos impotentes,
Conserva a inocência
na alma das crianças.(bis)

Doce Mártir, são teus nossos conventos,
irmãs tuas as nossas virgens são
e querem, como tu, a todo momento,
ver Deus reinando em cada coração.

Salvar as almas
é seu desejo;
ah, dá-lhes as palmas
de Apóstola e de Mártir! (bis)

Dos corações todo temor se afasta
quando virmos a Igreja coroar
De nossa Joana santa a fronte casta
e, então, iremos todos nós cantar:

És tu nossa esperança,
escuta, então, nossa voz:
Santa Joana de França,
Roga, roga por nós! (bis)

(Música de: Dieus de paix et d'amour, retirada do livro:
Obras Completas de Santa Teresa do Menino Jesus)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...