domingo, 25 de setembro de 2011

Uma visita ao Santíssimo

Uma visita ao Santíssimo 


Meu Deus e Salvador, Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem, eu Vos adoro com o profundo respeito que me inspira a Fé, e Vos amo de todo o meu coração no augusto Sacramento do Altar, em que estais escondido por meu amor. Desejo assim reparar todas as irreverências, profanações e sacrilégios que por desgraça talvez tenha cometido, assim como por todos os que no passado se têm feito ou possam no futuro infelizmente cometer-se. 

Adoro-Vos, pois, meu Deus; é verdade que não tanto como Vós mereceis ser adorado, nem tanto como eu devia, mas ao menos tanto quanto posso, e desejaria poder fazê-lo com toda a perfeição de que são capazes todas as criaturas juntas. 

Entretanto, tenho intenção de Vos adorar agora e sempre, não só por todos aqueles católicos indignos que não Vos adoram nem Vos amam, mas também pela conversão de todos os hereges, cismáticos, ateus, ímpios, blasfemos, escravos de satanás, maometanos, idólatras e maus cristãos. 

Ó sim, meu Jesus, fazei que sejais em todo o tempo conhecido de todos, adorado, amado e louvado com ações de graças, no santíssimo e diviníssimo Sacramento. Amém. 

Pai Eterno, nós Vos oferecemos o Sangue, a Paixão e a Morte de Jesus Cristo, as dores da Bem-aventurada Virgem Maria e de São José, em satisfação por nossos pecados, para consolação das almas do Purgatório, pelas necessidades da Santa Madre Igreja e pela conversão dos pecadores. Amém.

(Oração retirada do livro "Adoremus: Manual de Orações e Exercícios Piedosos", de Dom Eduardo Herberhold, OFM, 1926, 15ª edição)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...