quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Das bem-aventuranças evangélicas

DAS BEM-AVENTURANÇAS EVANGÉLICAS


Que são as bem-aventuranças evangélicas?
As bem-aventuranças evangélicas são atos sobrenaturais de determinadas virtudes, pelos quais Jesus Cristo promete, ainda nesta vida, a bem-aventurança, fundada na alegria que nasce da esperança certa de obter o prêmio eterno.

Quantas são as bem-aventuranças evangélicas?
As bem-aventuranças evangélicas são oito:

- Bem-aventurado os pobres de espírito, porque deles é o reino do céu;
- Bem-aventurado os mansos, porque eles possuirão a terra;
- Bem-aventurado os que choram, porque eles serão consolados;
- Bem-aventurado os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
- Bem-aventurado os que usam de misericórdia, porque eles alcançarão misericórdia;
- Bem-aventurado os limpos de coração, porque eles verão a Deus Nosso Senhor;
- Bem-aventurado os pacíficos, porque eles serão chamados filhos de Deus;
8º -  Bem-aventurado os que padecem perseguição por amor da justiça, porque deles é o Reino do Céu.

Por que nos propôs Jesus Cristo essas bem-aventuranças?
Jesus Cristo nos propôs essas bem-aventuranças:

1º -  Para nos fazer detestar as máximas do mundo;
 - Para convidar-nos a amar e praticar as máximas do Evangelho.

Quais são os que o munda chama bem-aventurados?
O mundo chama bem-aventurados os que possuem riquezas e honras, que vivem alegremente e que não têm ocasião de sofrer.

Quais são os pobres de espírito que Jesus Cristo chama bem-aventurados?
Os pobres de espírito, segundo o Evangelho, são os que têm o coração desapegado de riquezas; os que fazem dela um bom uso, quando as possuem, e se resignam inteiramente, quando são privadas delas.

Quais são os mansos que possuirão a terra?
Os mansos, que possuirão a terra, são os que tratam com brandura o próximo, sofrem com paciência os seus defeitos e suportam, sem queixas nem ressentimentos de vingança, as injúrias que deles recebem.

Quais são os que choram e contudo se chamam bem-aventurados?
Os que choram e contudo se chamam bem-aventurados são os que se afligem pelos pecados cometidos, pelos grave males e escândalos que vêem no mundo e pleo perigo em que se acham de perder o céu.

Quais são os que têm fome e sede de justiça?
São os que desejam adiantar-se sempre mais no exercício das boas obras e das virtudes e na posse da graça de Deus.

Quais são os que usam de misericórdia?
São os que, amando em Deus e por Deus o próximo, se compadecem de suas misérias espirituais e corporais, e procuram aliviá-Lo quanto lhes é possível.

Quais são os limpos de coração?
São os que nenhum afeto têm ao pecado, procuram com diligência evitá-lo e principalmente evitam toda espécie de impureza.

Quais são os pacíficos?
Os pacíficos são os que vivem em paz com o próximo e consigo mesmos, e procuram levá-la aos que vivem em discórdia.

Quais são os que padecem por amor à justiça?
São os que suportam com paciência os motejos, os insultos e perseguições por amor da fé ou de qualquer outra virtude cristã.

Que significam as diversas recompensas que Jesus Cristo promete a quem pratica essas virtudes?
As diversas recompensas prometidas por Jesus Cristo sob diversos nomes significam a glória eterna no paraíso.

A prática dessas virtudes nos fará conseguir somente a bem-aventurança eterna?
Não; a prática dessas virtudes nos fará felizes também na vida presente.

Então os que praticam essas virtudes recebem já nesta vida algumas recompensas?
Sim; recebem algumas recompensas, porque gozam da paz e consolação interior, o que é um princípio, bem que imperfeito, da bem-aventurança eterna.

E os que seguem as máximas do mundo, se poderão dizer felizes?
Não; os que seguem as máximas do mundo não são felizes, porque não possuem a verdadeira paz nem a consolação interior e se acham em caminho da condenação eterna.

(2º catecismo da Doutrina Cristã - 69ª Edição, Editora Vozes)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...