quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Protestação de ser fiel ao amor de Deus até a morte

Protestação de ser fiel ao amor de Deus até a morte 


Sede testemunhas, ó Céus, desta minha resolução e protestação que faço na presença da divina Majestade e de toda a Corte celestial. 

Eu sou aquele pobre pecador que, depois de ter recebido da imensa bondade e misericórdia de Deus milhares de benefícios, ofendeu ingrato a Sua divina Majestade. Sou aquela ovelha desgarrada que tantas vezes fugiu do bom Pastor. Sou aquele filho pródigo que ofendeu gravemente o amoroso Pai, fugindo de Sua casa para dissipar a herança preciosa da inocência. Quantas vezes tenho sido infiel, quebrantando as solenes promessas que em meu nome se fizeram no dia do meu Batismo! Quantas vezes tenho manchado a cândida veste da minha inocência, faltando à fidelidade que prometi à divina Majestade! 

Prostrado em espírito diante do trono de Vossa divina Justiça, ó meu Deus, confesso-me culpado e réu do Sangue de Jesus Cristo, Vosso Filho unigênito, por causa de meus pecados, pelos quais Ele padeceu e morreu na Cruz. Meu Deus, tende piedade de mim que mereço a condenação eterna! 

Volto-me, pois, ao trono de Vossa infinita Misericórdia, ó Deus eterno. De novo choro e detesto de todo o meu coração os pecados de minha vida. Perdoai-me, Senhor, pela Vossa infinita Misericórdia e pela sagrada Paixão e Morte de Jesus Cristo, meu Salvador. 

Renovo e ofereço-Vos por meio de Jesus e Maria, a profissão de minha fidelidade, feita em meu nome no santo Batismo: renuncio de novo ao demônio, ao mundo e à carne, detestando suas maldades por todo o tempo da minha vida. Proponho e resolvo, irrevogavelmente, amar e servir a Vós, meu Deus, agora e sempre. E para este fim Vos consagro minha alma, com todas as suas potências, e meu corpo, com todos os seus sentidos. 

Protesto nunca mais ofender-Vos, meu Pai amorosíssimo, nem grave e nem levemente. Sem reserva me ofereço inteiramente a Vós e prometo-Vos jamais me desdizer nem voltar atrás. Abomino o mundo traidor e enganador e renuncio para sempre a todas as suas vaidades. 

E se por tentação do inimigo e miséria minha, quebrantar alguma vez esta minha resolução, desde já protesto, com o auxílio de Vossa Graça, levantar-me sem demora, voltando-me novamente à Vossa infinita Misericórdia. 

Esta é minha firme vontade e resolução sincera, a qual ratifico em presença de meu santo Anjo da guarda. 

Meu Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, dignai-Vos aceitar e confirmar esta minha resolução, e como me destes por misericórdia a inspiração e a graça de a fazer, dai-me também o inestimável dom da perseverança, para que, depois de Vos amar e servir na terra, possa ver-Vos e louvar-Vos no Céu, pelos séculos dos séculos. Amém. 

(Oração retirada do livro "Adoremus: Manual de Orações e Exercícios Piedosos", de Dom Eduardo Herberhold, OFM, 1926, 15ª edição)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...