terça-feira, 18 de outubro de 2011

Ato de Consagração Pessoal ao Sagrado Coração de Jesus

Ato de Consagração Pessoal ao Sagrado Coração de Jesus 
(de Santa Margarida de Alacoque) 


Coração adorável do meu amabilíssimo Jesus, centro de todas as virtudes, fonte inesgotável de todas as graças! 

Que pudestes achar em mim para me amar com tanto excesso, ainda quando o meu coração, manchado de mil culpas, não tinha para conVosco senão indiferença e dureza!? 

Ah! As provas do Vosso amor generosíssimo para comigo, ainda quando eu não Vos amava, me dão esperança de que Vos serão agradáveis as do meu amor. 

Aceitai, pois, meu amável Salvador, o desejo que tenho de me consagrar inteiramente à honra e glória de Vosso Coração Sacrossanto; recebei com agrado a consagração que Vos faço de tudo o que sou. 

Eu Vos consagro a minha pessoa, a minha vida, as minhas ações, penas e sofrimentos, querendo ser, daqui para o futuro, vítima consagrada à Vossa glória, agora abrasada, e um dia, se for de Vosso agrado, toda consumida no fogo do Vosso amor. 

Ofereço-Vos, pois, meu Senhor e meu Deus, o meu coração com todos os meus sentimentos, os quais quero que sejam perfeitamente conformes aos do Vosso Santíssimo Coração. 

Eis-me aqui, pois, Senhor, todo do Vosso Coração, eis-me aqui todo para Vós. Ah, meu Deus, quão grandes são as Vossas misericórdias para comigo! Meu Deus, Deus de Majestade, quem sou eu para merecer que Vos digneis aceitar o sacrifício do meu coração?! Desde agora e para sempre ele será todo para Vós, e não terão jamais nele parte alguma as criaturas, porque não o merecem. Vós, meu amável Jesus, sede de hoje em diante meu Pai, meu Senhor, meu tudo, porque não quero viver senão para Vós. 

Recebei, ó adorável Salvador, meu coração, minha alma, minha vida em sacrifício que ofereço ao Vosso Sagrado Coração, para reparar os desgostos que Lhe dei até agora, correspondendo tão mal ao Vosso amor. 

Bem vejo que o meu dom é pequeno, mas é tudo quanto tenho e quanto sei que Vós desejais de mim. 

E consagrando a Vós este meu coração, vo-lO dou para nunca mais retirá-lo de Vossas Mãos Santíssimas. Assim seja.

(Oração retirada do livro "Adoremus: Manual de Orações e Exercícios Piedosos", de Dom Eduardo Herberhold, OFM, 1926, 15ª edição)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...