quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O alicerce do cristão

Excertos da carta 232 - Para Sano de Maco
(Santa Catarina de Sena)


O alicerce do cristão

2. O alicerce é Cristo crucificado

Assim dizia o apaixonado Paulo: "Ninguém pode com segurança construir sobre outro alicerce, senão na rocha viva que é Cristo crucificado, pois Deus não nos concedeu outro alicerce" (cf. I Cor. 3,11). Realmente, caríssimo irmão e filho no Cristo Jesus, parece-me que essa é a verdade, pois quando a alma está fundamentada em Cristo, vento algum de soberba ou vanglória a poderá derrubar. A pessoa está sustentada por uma profunda humildade, que faz ver Deus humilhado para a salvação do homem. Assim também a torrente da avareza, e dos prazeres mundanos e carnais, não consegue prejudicar a alma. É que a pessoa repousa firme nessa rocha, sem nenhuma incerteza das consolações corporais, mas cheia da firmeza das dores e sofrimentos. Dessa maneira a alma apaixonada por Cristo somente quer sofrer ofensas, caçoadas, fome e sede, calor (e frio), injúrias e difamações, e finalmente dar a vida alegremente por amor de Cristo. Aliás, a pessoa sente que cresce (na perfeição), quando sofre desprezo e caçoadas por parte do mundo, no amor de Jesus Cristo. Isso lemos na vida dos santos apóstolos, que se mostraram felizes quando começaram a ser desprezados pelo nome de Jesus. (cf. At. 4,1)

(Cartas completas de Santa Catarina de Sena, editora Paulus)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...