quarta-feira, 9 de março de 2011

Meu céu na terra

Meu céu na terra


Jesus, Vossa imagem inefável
É o astro que guia meus passos.
Ah, bem, sabes que a Vossa doce Face
É o céu para mim nesta existência.
O meu amor sempre descobre encantos
Desta face que os prantos embelezam
Eu sorrio em meio a minhas lágrimas,
Cada vez que contemplo Vossas dores...

Quero, para poder-Vos consolar,
Viver ignorada nesta terra!...
Esta beleza que tão bem escondes
Me revela, entretanto, o Vosso mistério.
Para junto de Vós quero voar!...

Minha única Pátria é Vossa face,
Ela é também o meu Reino de amor,
Ela é minha campina sorridente,
Meu encantado sol de cada dia.
Ela é o lírio do vale, Vossa face,
Da qual se evola o olor misterioso
Que consola minh’alma neste exílio
E a faz saborear a paz do céu.

Ela é minha Doçura, meu Repouso,
A minha lira cheia de harmonia...
A Vossa face, ó terno Salvador,
É esta mirra divina em ramalhete
Que sobre o coração quero guardar!

Ela é minha única riqueza,
A qual, se eu possuir, não peço mais;
Escondendo-me nela, sem cessar,
Eu serei semelhante a Vós, Jesus.
Ah, deixa bem impressa em mim a marca
Dos Vossos traços repletos de ternura
E assim me tornarei logo uma santa
E atrairei para Vós os corações

Para poder aqui armazenar
Uma bela colheita bem ceifada,
Abrasa-me, Senhor, com Vossas Chamas
Dá-me logo, com Vossos lábios dourados,
O beijo da Eternidade!

(12 de agosto de 1895)

Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face


 (Santa Teresa do Menino Jesus na foto acima)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...