domingo, 4 de dezembro de 2011

Pensamento da noite de 04/12/2011


"O exemplo de São João Batista, enviando seus discípulos a Jesus, deve servir de regra aos pais e a todos que instruem ou dirigem almas. Ai dos pais e a todos que instruem ou dirigem almas. Ai dos que, por interesse mercenário ou para obedecer a um impulso do amor próprio, trouxerem presas em suas malhas as almas que deviam formar para Jesus Cristo! Jesus é o Esposo, o Deus zeloso, o único Senhor e Mestre, o foco único para onde deve convergir todo o amor. Colocar outro em Seu lugar é adorar a criatura, renovar as prevaricações da idolatria, é destruir a ordem da criação. Por conseguinte, o amor filial, bem como o amor fraterno, só é legítimo, salutar e sagrado, quanto tem por princípio e por fim: Jesus Cristo, o Deus do amor. É em Jesus Cristo que os laços de amizade se purificam, consolidam e se perpetuam na eternidade. 

Meditemos a conduta de São João e a dos seus discípulos. Estes não violam os direitos de Jesus Cristo pelo amor que dedicam ao santo Precursor; João não usurpa os títulos de Jesus Cristo pelo amor que o une aos próprios discípulos. O mútuo amor que se dedicam só tem por fim Jesus Cristo."

(Migalhas Evangélicas pelo Padre Teodoro Ratisbonne, 1941)

PS.: Grifos meus.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...