sábado, 2 de junho de 2012

Santa Catarina de Sena - trecho da carta 342

Imitai Jesus Cristo

(Imagem de Santa Catarina de Sena já muito doente)

Ó caridade (de Deus Pai), inestimável e suavíssima, como é grande a união que realizaste com o homem! Mostraste o teu inefável amor mediante muitas graças e benefícios concedidos aos homens, sobretudo ao ministério da encarnação, quando vimos a suprema grandeza unir-se à grande pequenez da nossa natureza. Muito deveria envergonhar-se o orgulho humano ao ver Deus tão humilde no ventre da gloriosa Virgem Maria, que foi o campo onde a semente da palavra divina se enxertou na carne, à semelhança da semente atirada na terra que germina ao calor da luz solar e produz a flor e o fruto, enquanto a casca fica no chão. Foi o que aconteceu. Ao calor da caridade divina, Deus assumiu a natureza humana ao seio de Maria.

Ó bem-aventurada e amável Maria, Vós produziste a flor Jesus.

Quando foi que essa flor produziu o fruto? Ao ser enxertado na árvore da santa cruz. Foi então que recebemos a perfeita vida cristã (da graça).

E por isso que dissemos que a casca fica no chão? Por que a vontade do Filho de Deus, enquanto homem, assumiu o desejo santo da glória do Pai e da nossa salvação. E foi um desejo tão forte, que apaixonado correu em direção aos sofrimentos e à terrível e infame morte na cruz. Convencidos de que a mesma coisa aconteceu com Maria, que também desejava a glória do Pai e a nossa salvação, dizem os doutores (da Igreja) que Ela com grandíssima caridade estava disposta a tornar-Se uma escada, para que o Filho fosse posto no alto da cruz, se não houvesse outra maneira. Tudo isso, porque a vontade do Filho permanecia nEla.

P.S: Grifos meus.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...