segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Pensamento da noite de 02/01/2012

Um cristão autêntico não pode esmagar a sua alma, nem a pode impedir de voar permanecendo na descaída atitude dum comodismo sonolento. Deus colocou-nos neste mundo como flechas escolhidas - sicut sagittam electam! (Is., XLIX, 2) - e não consente qualquer lassidão deliberada, que é sempre uma traição. Devemos correr e apressar o passo atrás de Cristo, que «se lançou como um gigante a correr o seu caminho» (Ps., XVIII, 6), sem nos surpreendermos pelo nosso cansaço, mas sem nos deitarmos no leito cômodo de qualquer valeta. Não nos admiremos de às vezes sentirmos a fadiga ou o peso da nossa vocação de santidade - manto régio, tingido com a púrpura do sangue do Rei dos reis. Isso também aconteceria ao rijo Cristóvão com o peso do pequeno Menino sobre os seus fortes ombros, e ao grande Agostinho com o seu próprio amor de Deus: “O amor é o meu fardo!” (Por um cartuxo anônimo - grifos meus)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...