domingo, 22 de maio de 2011

Carta de um herege/ Resposta de um cristão


Carta de um herege

É este o vosso rei? Prostrado no Horto, tendo a face por terra, tendo a alma triste até a morte?

Pense bem, isso não acontece com um rei. Um rei goza de prazeres e tem servos prostrados aos vossos pés. Tem dinheiro, fama e delícias, como se entristecer com uma vida assim? Um rei não conhece a tristeza e a agonia.

Oh... perdoem-me, cristãos, vosso rei, era tão pobre que não tinha onde reclinar a cabeça para descansar e era um simples filho de carpinteiro, não é?

Vejam quem vem lá... olhem, cristãos, o vosso rei com um manto encharcado do próprio sangue; uma  coroa de espinhos e um cedro de cana... Que rei esfarrapado! é esse o vosso rei? Respondam miseráveis cristãos?! Ele não abre a boca... não dá uma ordem, recebe cusparadas na face desfigurada e permanece em silêncio... cadê a sua autoridade? simples soldadinhos brincam com a suposta majestade do vosso rei, onde está o seu poder? A sua glória? Porque não reage?

Vosso rei vai morrer da forma mais dolorosa e infame e permanece calado. E onde estão os seus seguidores? Há poucos dias o aclamavam e hoje vejo poucos que permanecem com ele, um rei não acabaria assim, abandonado...

Vejam suas mãos e seus pés, seu corpo dilacerado, isso não acontece com um rei...
Cadê o seu exército?

Entre dois ladrões ele foi pregado e diz poucas palavras entre o sangue abundante e as lágrimas.

Pense bem cristãos, um rei não morre assim.

Resposta de um cristão

Sim, este é o meu Rei – Meu Senhor Jesus Cristo - e o Seu Reino não é deste mundo.

Veio para nos ensinar a humildade, a mansidão e a bem sofrermos. Sua glória está em servir e não em ser servido. Veio nos salvar e por isso Se ofereceu como Vítima imaculada.

Oh! meu Rei, que cegueira a deste mundo... quantos entregues a ídolos mesmo depois de Vossa morte ignominiosa por todos os homens; escravos das riquezas, das honras e dos louvores humanos, Vos ignoram por orgulho, por não aceitarem que és Rei entre as dores.

Um dia tremeram diante de Vossa vinda triunfante, onde julgará todos os povos, triste dia será o desses hereges que não aceitaram o Vosso Amor no Calvário.

Triste dia!... e então ao verem os seus “reis de areia” serem aniquilados por Vossa justiça, dirão: Malditos somos, por não aceitarmos servir ao verdadeiro e único Rei, o Rei dos cristãos, malditos somos!

Venha Rei dos exércitos e nos ensine a sermos Vosso fiéis soldados!
Assim seja.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...