terça-feira, 4 de abril de 2017

FAROL DA FÉ


No alto da Cruz, Cristo via a atitude de todos os Seus amigos e inimigos. Uns fugiam, outros O negavam, alguns blasfemavam, outros batiam no peito e diziam: foi para isso que eu O segui? alguns simplesmente não acreditavam no que viam, outros se enforcavam... São João Evangelista, o mais novo e menos experiente nas coisas do mundo, se manteve como um LEÃO. Não se há um relato dele no Calvário, não abriu a boca para nada, mas rasgou sua alma em CONFIANÇA...

A Igreja Católica passa por uma crise, assim como já passou por várias no passado, não cabe a mim dizer se é a maior ou a última, o que cabe a mim e a todos nós, é meditar no seguinte: Assim como Cristo passou pela Paixão, assim Sua ESPOSA deve passar por ela, e essas crises nada mais são do que a própria Paixão da Esposa.

Qual a conduta que teremos diante da ESPOSA que padece?

Fugir? negá-la? blasfemar contra ela? desesperar? ... bater no peito e dizer: "é para isso que eu fui batizado?". NÃO! Olhemos para aquele que escutou a lição direto do coração do Crucificado. São João Evangelista, com uma maturidade que não estava em sua idade física mais espiritual, manteve-se de pé, em vigília e apoiado por Nossa Senhora. Foi um LEÃO MUDO, porém, mais forte que a MORTE.

Letícia de Paula
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...