segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

CRIANÇA E A EDUCAÇÃO INTEGRAL


Segundo o padre Álvaro Negromonte, existem educações insuficientes e parcialistas que definham a capacidade da criança. Vejamos:

— as materialistas: reduzem os cuidados à matéria desprezando o espírito, seus cuidados se fixam em: saúde, força, beleza, gozar as facilidades da vida. Esse é o erro da sociedade atual e que levam muitas famílias ao inferno.

— os intelectualistas: cultivam o "deus intelecto", esperam tudo das "luzes do alfabeto" e menosprezam a ação divina. Crianças crescem sem vida interior, sem vida da graça.

— os individualistas: educam no egocentrismo colocando o "eu" como centro do universo. Pequenos "deuses" individualistas que se deparam com outros "deuses" e o mundo segue numa loucura sem fim.

— os pragmatistas: pensam que a vida é ação prática e toda a educação se baseia num ritmo ativista e sem profundidade, sem reflexão, etc.

E a educação integral do homem: física, psíquica, moral e espiritual é abandonada, o homem cresce deficiente em sua formação íntegra e fica a mercê, quando criança, de educadores parcialistas.

O homem, tal como é, criatura de Deus, no conjunto de suas faculdades orgânicas e espirituais, na desorganização consequente ao pecado original, no complexo misterioso de elevações e fraquezas tem apenas uma meta final: a salvação eterna, e para isso, sua educação deve acontecer de forma suficiente.

Letícia de Paula
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...