sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Falta de objetividade nos relacionamentos


Creio que falta um pouco de objetividade e praticidade nas relações. O namoro não é um castelinho dos sonhos onde você vive um amor de Hollywood. Esse romantismo desmedido é burrice. Pessoas que buscam esse tipo de relacionamento são as que possuem um vazio existencial significativo e usam seus parceiros como fuga. Isso não é amor, isso é usar o outro como muleta.

A realidade da vida exige que coloquemos os pés no chão.

Essa pessoa vai ser boa mãe para meus filhos? Esse rapaz cuidará de mim se eu ficar doente de cama por anos? Ela ajudar-me-á a cumprir meu papel de autoridade no lar? Suportarei estar ao lado dele por anos, dia após dia? Ela estará comigo na luta contra o pecado? ...

Claro que é lícito os momentos de prazer, mas isso é secundário num relacionamento duradouro, repito: a realidade da vida exige de nós escolhas mais racionais e elevadas.

Por isso tantos casamentos fracassados. Falta de objetividade e praticidade na escolha do parceiro. Beleza, aquele desejo de conquista acabam com o tempo, o que fica é a rotina e as responsabilidades, suportáveis somente por um amor que visa o bem do outro, sem interesses próprios.

Letícia de Paula
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...