sexta-feira, 27 de agosto de 2010

IV- O AMOR SUPREMO

A BELEZA DE MARIA
II PARTE

IV- O AMOR SUPREMO


A beleza de um coração vem unicamente da sua semelhança e de sua união com o coração de Jesus, mais ele participa de Sua beleza, porque se envolve, de certo modo, dos ardores divinos de que está consumido o Salvador.

Dessa aproximação brota o amor; ama-se porque se sente amado, e mais se conhece a intensidade do amor que Jesus nos tem, mais se desenvolve este amor, e mais ele aumenta de ambas as partes.

Amamos, porque nos sentimos amados - eis uma lei à qual se submeteu o próprio Deus. Essa é a razão por que o amor de Deus aumenta para conosco, à medida que o nosso amor aumenta para com Ele. É dizer que o amor vem do conhecimento e o conhecimento vem da contemplação.

Contemplo, conheço, admiro, amo.

E Jesus, abrindo o Seu coração, mostra-se à minha alma em toda a Sua beleza e, à medida que os Seus desejos dilatam o meu coração e aumentam a sua capacidade, Jesus derrama aí o Seu amor em uma medida excessiva... sem medida, pois "a medida do amor, diz Santo Agostinho, é amar sem medida".

Compreender a estreita união que existia nesta vida entre o Coração de Jesus e o Coração de Maria, seria, pois, ter uma espécie de medida do amor da mãe para com o seu filho.

Maria amava a Jesus como a Seu Filho e a seu Deus; Jesus amava a Maria como a Sua Mãe, e como a mais santa das criaturas.

Nenhum coração pôde jamais dizer, com tanta verdade, como o coração de Maria, estas palavras da esposa dos Cânticos: "Meu bem-amado é todo meu, e eu sou toda dele".

Quando a Virgem, em transportes de amor, dizia ao Seu divino Filho: "Como sois belo, Filho querido de meu coração", Ele Lhe respondia, por sua vez: "Como sois bela, ó Mãe, como sois bela!..."

Jesus considera Sua Mãe como sendo a mais bela das criaturas, "a sua única"; e Maria, na contemplação das belezas infinitas de Seu Filho tornava Sua a beleza sobrenatural que irradiava de Seu Filho.

Jesus era o mais belo dos filhos dos homens e "Maria era, como diz a Igreja, a mais bela dentre todas as mulheres - pulcherrima mulierum".

Escutemos Santo Afonso de Ligório fazendo falar o divino Jesus:

"Ó homens! - diz-nos Jesus, entre os braços de Sua terna Mãe - ó homens, prestai ouvidos, e eu vos direi quão bela e perfeita é a Minha Mãe. Tão graciosa Ela é que, se o mundo A conhecesse, Ela arrebataria todos os corações! A Sua vista eclipsa-se toda beleza criada, e desaparece toda a graça humana como as estrelas diante da luz do sol. Ela é a flor de todas as criaturas; tudo o que há de excelente em cada uma delas, Ela o possui; bem pode ser Ela chamada a graça e o encanto do universo, a face e a figura de Deus.

Todas as graças e todos os dons que distinguem as mais formosas mulheres da Antiga Lei, encontram-se reunidos nEla, porém com muito mais perfeição. Ela possui a boca de ouro de Sara, cujo sorriso alegra o céu e a terra. Tem também aquele doce olhar da fecunda Lia, que enterneceu o Meu coração divino. Ela tem igualmente a fronte deslumbrante da bela Raquel, cujo esplendor eclipsa os raios do sol. Tem ainda o encanto da discreta Abigail, que sabe apaziguar a ira de Meu Pai. Tem, finalmente o ardor e a coragem da valorosa Judite, e como ela sabe subjugar os corações mais endurecidos.

Sim, aquela a quem eu tomei por Mãe é toda bela! Do imenso oceano de Sua beleza brotaram, como rios de Suas fontes, a beleza e os atrativos de todas as criaturas. Eis a Minha Mãe, toda bela no Seu exterior, porém incomparavelmente mais bela no Seu coração: "Quam pulchra es... absque eo quod intrinsecus latet.

Se a beleza sobre vós exerce algum atrativo, amai-A, ó homens, e que todo o vosso amor consista em agradar-Lhe em tudo, a fim de que um dia possais contemplá-lA face a face no céu, onde Ela será a alegria e a recompensa daqueles que A tiverem amado e servido na terra."

Maria, dirigindo a Seu divino Filho os louvores que este tece em Seu favor, mostra-nos esta inefável beleza e parece dizer-nos:

"Ó homens, se a beleza tem algum império sobre o vosso coração, vou contar-vos os celestiais atrativos que nela resplandecem, para que a ameis como eu a amo: Ele é o mais belo dentre os filhos dos homens, pois o próprio Espírito Santo formou-O em Seu seio. O Senhor formou com as Suas próprias mãos o corpo de Adão, e ele o fez tão belo, porque devia ser o templo de uma alma criada a imagem de Deus.

E, demais, que vos direi eu de Meu Filho, novo Adão, cuja humanidade devia ser indissoluvelmente unida à divindade do Verbo?... Meu filho é o mais belo dos filhos dos homens! pois, formando-O, o Espírito Santo quis torná-lO o espelho de toda a perfeição.

Em Jesus Ele quis pôr uma beleza que incomparavelmente ultrapassa todas as belezas criadas. Tudo o que nas coisas visíveis deleita os olhos e satisfaz o coração, não é mais que um pálido reflexo da beleza de Meu Jesus. Em cada criatura Deus faz brilhar uma centelha da beleza suprema, nela contida, e o Espírito Santo reuniu todas estas belezas na humanidade de Meu Filho.

Meu Jesus é o mais belo entre os filhos dos homens! Ele veio ao mundo para atrair vossos corações ao Seu amor, ultrapassar por Sua beleza tudo o que vos agrada e seduz o mundo, para ser o amante de vossas afeições, para ganhar as vossas almas, para levar-vos a virtude, excitar-vos ao trabalho, fazer-vos amar o sofrimento, e, ser, enfim, a recompensa daqueles que O seguem.

Mas, também, que beleza, que dignidade, que graça, que amabilidades!... Quanta doçura em Suas palavras!... Que afabilidade em Suas conversações!... Que encanto em Seus modos!...

Verdadeiramente, Ele é o mais belo dos filhos dos homens. E vós não O amareis?... E entregareis o vosso coração a belezas perecedoras?..."

Tal é o louvor recíproco que se dirige mutuamente o Filho e a Mãe: - estas duas inefáveis belezas que só uma vez a terra pôde contemplar e de que o céu goza numa delícia sem fim.

(Por que amo Maria, pelo Pe. Júlio Maria, segue com o post: O amor dos homens)

PS: Grifos meus.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...